Mostrando postagens com marcador guabiju. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador guabiju. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Plantio de árvores na comunidade Santa Edwiges

Após 3 dias de chuva e sob a chuva no momento, plantamos um Ipê Amarelo, um Guabiju e Um Pau Ferro, no passeio público da rua Frei Albino Aresi 165. 
Contamos com a colaboração dos moradores para termos sombra no verão.




segunda-feira, 4 de setembro de 2017

O Guabiju da avenida Wenceslau Escobar em Porto Alegre

Julho 2016
Vamos em frente, fica o guabijuzeiro e seus frutos!! 
Em 18 meses fizemos alguns manejos nessa muda, 
como proteção ao anelamento por corte de grama, 
adubação e poda. 
Quem sabe a primavera mostre seus frutos??







julho 2016

outubro 2016


Março 2017

Março 2017






Setembro 2017
Setembro 2017
Setembro 2017

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Os 10 Benefícios do Golden Berry (fisális) Para Saúde!


Fonte: http://www.saudedica.com.br/os-10-beneficios-do-golden-berry-para-saude/


Golden Berry é uma pequena fruta da árvore, conhecida popularmente como fisális, canapum, Saco de bode entre outros nomes. Cientificamente, a Golden Berry tem o nome de “Physalis peruviana“, e, ela é consideradas como um superalimento, pois é rica em em diversos nutrientes, antioxidantes que podem melhorar significativamente a saúde geral do corpo.
Golden Berry possui um baixo valor calórico. porém, uma elevada quantidade de vitaminas, minerais e principalmente em antioxidantes. Tais como, Polifenóis e carotenóides que são poderosos nutrientes extremamente benéfico para a saúde. Então, vamos dar uma olhada nos 10 Benefícios do Golden Berry Para Saúde.Golden BerryGolden Berry é uma excelente Fonte antioxidante: Os benefícios mais importantes da Golden Berry são derivados de seu alto teor antioxidante, o que os torna um suplemento nutricional ideal para a prevenção de certas doenças crônicas, incluindo certos tipos de cânceres, Pois, eles Ajudam a neutralizar os radicais livres, os subprodutos nocivos do metabolismo celular que pode provoca a mutação de células saudáveis em cancerosas. Além disso, estudos realizados mostraram que o os polifenóis, podem parar a propagação de diversos tipos de câncer, tornando-se um aliado na prevenção e no combate de varias doenças.
Golden Berry é um agente anti-inflamatória: Um dos outros efeitos dos antioxidantes é uma redução da inflamação. Se você sofre de artrite, gota, dores musculares, dor crônica, ou até hemorróidas. Pois, compostos anti-inflamatórios pode aliviar essas condições e aumentar a sua qualidade de vida. A inflamação das artérias e vasos sanguíneos também é muito perigosa para o sistema cardiovascular.
No geral a Golden Berry também são capazes de melhorar a saúde do coração pela redução da pressão sobre o sistema e impedir que o desenvolvimento de aterosclerose e doença cardíaca coronária. Ele efetivamente reduz a pressão arterial e ainda diminui os sintomas de hipertensão e dá alívio para o seu coração.
Benefícios da Golden Berry Na Perda de Peso: Golden Berry é um alimento de baixa valor calórico (apenas 53 calorias por 100 gramas), elas são uma opção interessante para quem está tentando perder peso. Além disso, Estas pequenas frutas possui uma grande quantidade de nutrientes essencial, além de não possuírem gorduras ou calorias vazias. portanto, a Golden Berry é uma boa opção de alimento para um emagrecimento saudável.
Golden Berry é Rico em Ácidos Graxos: Embora muitas pessoas pensam que as gorduras são coisas ruins para colocar em nosso corpo, porém, nós realmente precisamos de uma grande variedade de ácidos graxos essenciais para muitos dos processos naturais em nosso corpo. Por exemplo, o ácido oleico e linoleico presente na Golden Berry ajudam a diminuir a quantidade do colesterol “ruim” em nosso corpo e restabelece o equilíbrio do colesterol “Bom”.
Golden Berry é Rico em Withanolide: Você não costuma ouvir muito esse nome, né? como eles são muito raros, porém são encontrados na Golden Berry. Estes compostos orgânicos, semelhantes aos encontrados no ginseng, são poderoso antioxidante e agentes anti-inflamatórios que podem provoca apoptose, ou a morte de células cancerosas, e pode retardar ou mesmo inverter a proliferação das células cancerosas por todo o corpo.
Benefícios da Golden Berry Para Diabetes Tipo II: Alguns dos compostos encontrados na Golden Berry podem retardar a decomposição e a ingestão de açúcares simples. Isto significa que o corpo e a corrente sanguínea não é sobrecarregada com açúcares, e os receptores de insulina sejam devidamente regulamentadas. Além disso, grandes picos de açúcar no sangue são a principal causa de diabetes, e pode ser muito perigoso para as pessoas que sofrem desta condição, o que significa que as Golden Berry são benéficas na prevenção e no tratamento para a diabetes tipo II.
Benefícios da Golden Berry Para fígado e Rim: Golden Berry são ricas em withanolides, eles são associado a uma redução de lesões no fígado e uma reversão da degradação do fígado. Além disso, As Golden Berry são bastante benéficas para a saúde renal, ajudando a eliminar toxinas, estimulando a micção e a eliminação do excesso de gorduras, sais e toxinas do sistema linfático.
Benefícios da Golden Berry Para Saúde dos Olhos: A Golden Berry são uma excelente fonte em carotenóides, este composto é benéfico para a saúde dos olhos. pois, os Carotenóides ajudam na eliminação do estresse oxidativo no sistema ocular, impedindo o desenvolvimento de catarata e retardando o aparecimento de degenerações maculares, mantendo a sua visão em ordem.Golden Berry-canapumBenefícios da Golden Berry Para Sistema Imunológico: O significativo nível de vitamina C(quase 15% da ingestão diária recomendada) numa única porção de Golden Berry torna este um fruto muito importante para o sistema imunológico. Pois, a Vitamina C (ácido ascórbico) estimula a produção de glóbulos brancos do sangue e também tem algumas propriedades antioxidantes. Além disso, a vitamina C é um componente chave na produção de colágeno, que é o que o corpo precisa para reparar e produzir células, tecidos, órgãos e vasos sanguíneos.

ATENÇÃO: O consumo de Golden Berry verdes podem ser venenosas, assim que pegá-los na natureza geralmente não é recomendado. Além disso, se você sofre de uma alergia a outros frutos, não se esqueça de falar com seu médico. Apesar da Golden Berry são mais estreitamente relacionados às plantas erva-moura do que cerejas ou outros frutos, o potencial alergênico é a mesma coisa.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O guabiju, conheces?? mais uma nativa desconhecida

Extraído do site http://frutaspoa.inga.org.br/
Resultado de imagem para guabiju

guabira-guaçú, guabiroba-açú, arrayán indígena, guajabo negro. Em guarani: yguabi-jy (=fruta que se come) e ygua-pi-jy (=fruta de casca rija), guaviyiu ouguaiavayú (= fruto com penugem)
Nome Científico: Myrcianthes pungens (Berg) Legr.
Família Botânica: Myrtaceae

O guabiju, por causa da coloração quase negra da casca, é muitas vezes confundido com a jabuticaba, mas, ao contrário desta, não mostra os frutos aderidos ao tronco. Os frutos são bagas globosas, de coloração roxa-escura, recobertos por uma fina lanugem de casca áspera e resistente mesmo no fruto bem maduro.  A polpa tem cor e textura semelhante a da uva, bem equilibrada entre doçura e acidez e apresenta teor de água superior a 40%. Na maioria das vezes cada fruto contém uma semente; às vezes, duas grudadas. As sementes são marrons, uma ou duas por fruto e ocupam boa parte da polpa suculenta e esbranquiçada.
Seus frutos são muito apreciados pela avifauna e fauna silvestre em geral, o que torna esta espécie indicada para recuperação de áreas degradadas e para compor sistemas agroflorestais. O tempo de vida é estimado em torno dos 50 anos; em indivíduos jovens a frutificação tende a ser massiva.

Resultado de imagem para guabiju
Quanto à época de início de frutificação, a literatura traz informações bastante desencontradas que variam desde “os 4 anos de idade”, “entre 7 e 8” e “após 10 anos de vida”, por exemplo. A variabilidade genética é bastante alta, sendo encontrados indivíduos com florescimento e frutificação precoces ou tardios; com frutos grandes, com muita polpa e sementes pequenas e vice-versa, entre outras características. 
À semelhança de outras frutas nativas, o guabiju é tradicionalmente utilizado no ambiente doméstico para o consumo in natura- “da planta para a boca”- mas também na elaboração de doces, licores e curtido em cachaça. A colheita dos frutos deve ser feita com tesoura, para que parte do pedúnculo seja mantida junto ao fruto evitando que a casca se rompa. Colhido assim e mantidos em geladeira, conservam-se por vários dias.
Resultado de imagem para guabiju
O fruto possui diversas vitaminas que auxiliam no combate a anemias. As folhas desta planta são popularmente utilizadas no tratamento de diarréias. O chá das cascas e das folhas é indicado para disenterias e para regular as funções intestinais. Indígenas kaiowá e guarani utilizam a casca para dores estomacais.

As flores são melíferas. A casca, ramos e folhas têm propriedades taníferas. Tem um bom potencial ornamental por conta de sua massiva floração.  É uma espécie indicada para arborização rural e urbana, pois suas raízes não levantam a pavimentação e seu crescimento é lento.

É uma árvore que atinge até 15 metros de altura, formando copa baixa e arredondada quando em ambientes abertos, semidecídua. A maioria dos guabijuzeiros apresenta um só fuste, geralmente curto, levemente tortuoso e nodoso. A casca é lisa e desprende-se em placas, tal como a da goiaba vermelha, o que confere ao tronco um aspecto manchado, maculado. As folhas são verde-escuro, relativamente rígidas e providas de um espinho apical, que conferiu à espécie o epítetopungens, de pungente. Os ramos novos são pilosos e de aspecto aveludado. A nervação secundária, numerosa e bastante visível nas duas faces da lâmina foliar.

A propagação dá-se por sementes. Estas necessitam de luz para germinarem, sendo categorizadas como fotoblásticas positivas. A taxa de germinação inicia em torno de 30 ou 40 dias após semeadura. Sobre a taxa de germinação, não há consenso na literatura especializada: ora é considerada alta, ora média conforme os autores. Assim como no caso de outras mirtáceas, as sementes de guabiju não toleram dessecação e, segundo pesquisas, um mês de exposição ao ar é suficiente para ressecar o embrião, deixando-o escurecido e quebradiço. O período mais indicado para semeadura é entre fevereiro e abril. O crescimento é considerado bastante lento: mudas em torno de 6 meses de semeadura apresentam entre 7 e 10 cm de altura.

Floresce de setembro a dezembro e frutifica de fevereiro a abril.

Espécie pioneira, preferencialmente associada à interior de matas e beiras de cursos d’água.
Distribui-se desde o norte do Uruguai, Argentina, Bolívia e Paraguai. No BR ocorre de SP até o RS, nas Florestas Semideciduais de Altitude e nas bacias do Rio Uruguai e Paraná. Em nosso estado ocorre ainda na depressão central, no planalto e no Escudo Riograndense. Em Porto Alegre é espécie pouco freqüente.