Mostrando postagens com marcador casca de ovo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador casca de ovo. Mostrar todas as postagens

sábado, 29 de abril de 2017

Como fazer farinha de cascas de ovos para adubar as plantinhas.




Cascas de ovos
Cascas de ovos vermelhos ou brancos podem ser utilizados para uma excelente farinha.
As cascas de ovos possuem nutrientes essenciais às nossas plantas. Elas são ricas em cálcio, potássio e magnésio. As galinhas poedeiras comerciais são alimentadas com rações concentradas e enriquecidas com minerais que deixam as cascas dos ovos ainda melhores. É claro que você pode e deve utilizar as cascas de ovos de suas galinhas domésticas também, obtendo assim uma farinha ainda mais orgânica, mas para a grande maioria dos jardineiros, criar galinhas em casa pode ser um pouco difícil.
Para que as plantas possam absorver todos estes nutrientes, as cascas deverão estar intimamente ligadas ao solo. Assim, quanto maior o contato das cascas com a terra, mais disponíveis estes nutrientes estarão para as plantas. Um maneira simples de propiciar que isto aconteça, é transformando as cascas em pó. Desta forma teremos uma preciosa farinha, ecológica, barata, rica em minerais, para fertilizar canteiros, hortas, vasos, árvores, orquídeas, etc, adubando assim a grande maioria das plantas que temos em casa.

Coloque em um saco plástico e quebre grosseiramente com as mãos
Coloque em um saco plástico e quebre grosseiramente com as mãos
O primeiro passo na produção da farinha de cascas é colocar as cascas para secar à sombra, sempre que tivermos disponível. Não devemos colocá-las no sol, pois as cascas possuem uma pequena quantidade de nitrogênio, que poderá se perder. Não é conveniente guardá-las para secar depois, pois a decomposição das partes orgânicas ainda úmidas poderá provocar mal cheiro e atrair animais indesejados, como moscas. Vá secando e guardando depois, até obter uma boa quantidade que mereça ser processada.
Assim que você tiver uma boa quantidade de cascas (uma duzia já é interessante), coloque-as em um saco e quebre-as apertando com as mãos. Não se preocupe em moe-las bem, pois logo após elas vão para o liquidificador. Coloque-as aos poucos no aparelho e bata até tranformá-las em pó. Se as cascas estiverem ainda úmidas, pode ser difícil bater no liquidificador, e uma secagem maior pode ser necessária. Agora que você obteve esta maravilhosa farinha, coloque-a num vidro com tampa, e guarde-a num lugar fresco.

Bata no liquidificador até obter o pó
Bata no liquidificador até obter o pó

Para usar é bem simples. Uma colherinha de café nos vasos pequenos e duas ou três em vasos maiores. Faça isto uma vez a cada 40 dias. Se você diminuir a dose para meia colherinha, poderá aplicar nas plantas a cada 20 dias.
Siga observando suas plantas e veja como elas reagem a este novo estímulo. Você mesmo poderá decidir a periodicidade da aplicação da farinha de cascas de ovos, observando a vitalidade de suas plantas.
No preparo da terra ou substrato para jardinagem ou vasos, coloque 50 gramas para cada 20 litros de terra.

Uma colher de chá por vaso é uma boa maneira de começar a adubação
Uma colher de chá por vaso é uma boa maneira de começar a adubação
Este rico fertilizante natural, poderá também ser utilizado em hortas e pomares. Os vegetais folhosos, como couve e agrião, terão um benefício especial com este fertilizante. Em hortas poderá ser usado até 50 gramas por metro quadrado, e em frutíferas 50 gramas a cada 2 ou 3 metros lineares.
Algumas raras plantas podem não apreciar a leve alcalizinação do solo que as cascas podem provocar, é o caso de azaléias, prímulas, gardênias, plantas carnívoras, entre outras. Sempre que você ler ou souber que determinada planta gosta de um solo “levemente ácido”, coloque uma quantidade menor de farinha de cascas de ovos para evitar assim alterações no pH do solo.
Boas colheitas!
Se este artigo ajudo

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

05 Adubos Orgânicos que vão Facilitar sua Vida no Jardim e Horta



Resultado de imagem para humus


Não é de hoje que sabemos o quanto os fertilizantes químicos podem ser danosos à nossa saúde e ao meio ambiente. E cá entre nós, se você começou a cultivar plantas ornamentais ou uma hortinha em casa, no mínimo está em busca do ecologicamente correto e de trazer benefícios ao meio ambiente e para a sua família. Então por que não começar a utilizar os adubos orgânicos que vão direto da casa para o jardim. São ecologicamente corretos, beneficiam a saúde da sua família e não custam caro como os fertilizantes químicos encontrados no mercado. Então vamos lá!
Para começar é preciso entender que as plantas precisam basicamente detrês principais nutrientes para ficarem fortes e saudáveis, são os macronutrientes: Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K). Você já deve ter notado que na embalagem dos fertilizantes químicos aparecem três números grandes, como por exemplo 10-10-10 ou 4-14-8. Isto nada mais é do que a representação das quantidades de NP e K.
O nitrogênio é necessário para auxiliar no crescimento e partes verdes como as folhas, fósforo para flores e frutos e o potássio auxilia na saúde geral da planta. Sendo assim, não seria mais fácil utilizar o fertilizante químico?Negativo!
Além dos macronutriente também são necessários micronutrientes comoCobre (Cu)Ferro (Fe)Molibdênio (Mb) e outros. A grande realidade é que dentre os diversos fatores essenciais à vida das plantas, precisamos destacar o ciclo que envolve grande diversidade de bactérias, insetos,fauna-e-flora-do-solo-importancia-pedologia fungos, vermes, e outros aspectos como aeração, drenagem e acidez do solo. Ou seja, quando você utiliza adubação orgânica, este ciclo acontece naturalmente. Por outro lado, a utilização de adubação química pode prejudicar muito este ciclo que carinhosamente chamamos de “Biota”.
Agora que você já entendeu qual a importância da adubação orgânica, podemos ir direto ao ponto. Veja quais são os melhores fertilizantes orgânicos que iriam para o lixo e agora vão adubar suas plantas. 
5 – Borra do café
closeup detail of coffee ground in wooden bowlImagem via farmersalmanac
Esta é uma excelente fonte de nitrogênio (N), porém aumenta a acidez do solo, ou seja, ela vai ser muito útil para corrigir solos mais alcalinos ou para fazer adubação em plantas que gostam de solos mais ácidos como por exemplo, hortênsias, rosas, magnólias e mirtilos. A borra do café é um prato cheio para as minhocas e como você deve saber, minhocas melhoram aaeração e produzem o húmus que é riquíssimo para suas plantas. ( Obs: É necessário secar a borra antes de aplicá-la; Caso queira utilizar a borra na horta, certifique-se de colocar o mais distante que puder das raízes das plantas, o ideal mesmo é colocar em um minhocário e depois aplicar o húmus)
4- Cascas de banana
adubo-organico-bananaImagem via odairferreira
Adiciona fósforo (P),  potássio (K) e cálcio (Ca) às suas plantas. Basta enterrar uma casca no solo ao lado da planta e esperar para que ela se decomponha. Você pode congelar as cascas que vão sobrando e utilizá-las quando achar que for necessário. Outra ideia bacana é mergulhar em água por 2-3 dias e depois fazer uma adubação foliar com o auxílio de um pulverizador.
3- Cascas de ovos
adubo-organico-ovosImagem via ajdourado
São capazes de suprir toda a necessidade de cálcio (Ca) para o desenvolvimento celular das plantas. Se você já observou podridão em seus tomateiros, possivelmente seu solo está deficiente em cálcio. Lave, deixe secar e depois bata as cascas de ovos em um liquidificador até que fiquem com aspecto de farinha, isso ajuda a evitar moscas e diminui o tempo de assimilação do nutriente. As cascas de ovos também são capazes de regular o PH do solo, tornando-os mais alcalinos e evitando a proliferação de lesmas e lagartas. Para uma assimilação de nutriente mais rápida, você pode pulverizar sobre as plantas ou usar diretamente no solo seguindo a receita:
  • 20 casas de ovos
  • 4 litros de água
* Ferva as cascas de ovos por alguns minutos, deixe repousar durante uma noite e em seguida pulverize diretamente na folha das plantas ou regue o solo próximo das raízes.
2- Chá com aparas de grama
adubo-organico-gramaImagem via gramasantarosa
Esta é uma ótima maneira de se obter um fertilizante nitrogenado (N) e dar um destino para as aparas de grama que sobraram depois da poda. Veja a receita:
  • 1 Balde de cinco litros com aparas de grama recém cortadas.
Cubra com água e deixe descansar por 3-5 dias. Depois misture 01 copo do chá em 10 copos de água pura e regue diretamente no solo. Você vai ver as suas explodirem de alegria.
1- Cinzas de madeira
adubo-organico-cinzasImagem via wikipedia
São uma ótima fonte de potássio (K) e ainda possuem a maioria dos nutrientes essenciais que as plantas precisam para o desenvolvimento. As cinzas de madeira tornam o solo mais alcalino e mais arejado, então evite usá-las em plantas que prefiram solos mais ácidos e argilosos. Você pode obter cinzas em lareiras e fogueiras, basta verificar se outros materiais não foram queimados junto com a madeira.
Bônus – Sal de Epsom
adubo-organico-sal-de-epsomImagem via amantesdavida
O sal de Epsom pode ser encontrado facilmente em farmácias e além de incorporar importantes nutrientes como magnésio (Mg) e enxofre (S) ao solo, é conhecido por dar às plantas uma cor verde profunda. Este é especialmente bom para tomateiros e roseiras, mas também pode ser utilizado em forma de chá para pequenas mudas que precisam ser transplantadas. Veja a receita:
  • 1 colher de sopa de sal de Epsom
  • 4 litros de água
Misture e regue suas plantas.