Mostrando postagens com marcador Bom para: Pulgão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bom para: Pulgão. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 1 de março de 2017

Como fazer inseticidas naturais!!Bom para: Pulgão, vaquinha, grilos e lagartas.

 Inseticidas naturais

Agora que você já aprendeu a fazer uma horta dentro de casa, está na hora de conhecer formas de cuidar melhor dela. O Vida e Saúde e a agrônoma Elisa Vidal te ensinam a fazer inseticidas naturais, com produtos que você com certeza tem em casa. Ou seja, muito simples e barato! Tudo pra evitar aqueles bichinhos indesejáveis e, claro, os temidos agrotóxicos tão prejudiciais para a nossa saúde.

Vamos às nossas receitinhas! Você pode usá-las tanto para espantar insetos e fungos, quanto de forma preventiva.


ÁGUA E SABÃO DE COCO

Bom para: Pulgão, cochonilha e lagarta
Misture 1 barra de sabão de coco ralado (100 gramas) com 2 litros de água aquecida. Dilua bem o sabão na água quente. Depois, borrife a solução na sua plantinha. Quando for consumir a verdura, é só lavar e fazer aquela salada!

SOLUÇÃO DE PIMENTA

Bom para: Pulgão, vaquinha, grilos e lagartas
Como a pimenta é um repelente natural, só de plantar ela junto com as suas verduras, ela já estará ajudando a espantar os insetos. Fazer uma solução de pimenta também é uma boa opção. Se a sua horta for grande, use 1 xícara de pimenta para render 20 litros de solução. Porém, para uma horta pequena, bata ½ xícara de pimenta com um pouco de água. Depois de coado o líquido, dilua em 5 litros de água e borrife nas plantinhas. Após borrifada a solução, espere cerca de 12 dias para consumir o alimento.

SOLUÇÃO DE ALHO

Bom para: Pulgão, cochonilha e ácaro
O alho, além de repelente, é fungicida e bactericida. Você pode fazer uma solução batendo 10 gramas de alho com 1 litro de água. Ja para ajudar no combate ao míldio, uma espécie de bolor, coloque 5 colheres de óleo mineral em 250 gramas de alho triturado. Deixe agir por 24 horas. Após esse tempo, bata com um pouco de água no liquidificador. Você pode adicionar até 5 litros de água. Adicione também sabão de coco. Depois de borrifada a solução, aguarde cerca de 36 dias para consumir a verdura.

fonte:  http://novotempo.com/vidaesaude/como-fazer-inseticidas-naturais/#comment-17288

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

CHÁ DE ARRUDA NO CONTROLE DE PULGÕES



O chá de arruda pode ser usado como defensivo alternativo para controle de pulgões.





Modo de preparo:

  1. Cozinhar as folhas da arruda em água por alguns minutos;
  2. Coar, misturar mais água e pulverizar;
  3. A quantidade de água a ser misturada ao chá variará de acordo com os resultado observados após a aplicação. Se o controle da praga não foi total, deve ser misturado menos água ao chá, para que ele fique mais forte.

Outra Receita com arruda:

Ingredientes:
  • 8 ramos de 30 centímetro de comprimento com folhas; 1 litro de água;
  • 19 litros de água com espalhante adesivo de sabão de coco.
  Modo de Preparo e Uso:

  1. Bater os ramos de folhas de arruda no liquidificar, com 1 litro de água. 
  2. Coar com pano fino e completar com 19 litro de água. 
  3. Acrescentar na solução, espalhante adesivo.

FONTE:  PEREIRA, W. H. Práticas alternativas para produção agropecuária agroecológica. EMATER-MG. Disponível em: http://www.ciorganico.agr.br/wp-content/uploads/2012/09/Manual_de_Praticas_Agroecol%C3%B3gicas-Emater1.pdf

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

COCHONILHA - PRAGA DE JARDIM: COMO RECONHECER E COMBATER

fonte site:https://www.greenme.com.br/

cochonilha-capa
A cochonilha (Dactylopius coccus) está entre as pragas de jardim que mais estragos fazem ao lado dos pulgões e caramujos.
Aqui recolhi algumas receitas antigas, da vovó, que dão muito certo e outras mais modernas, mas nenhuma usa agrotóxicos. Experimente e combata suas cochonilhas sem medo de se intoxicar.
Esse é um inseto pequeno, tem 3 a 5 milímetros de comprimento, marrom ou amarelo, e que se alimenta parasitando a seiva de plantas.
Este inseto não gosta de chuva mas adora calor.
Então, no tempo seco e quente é quase certo que você vai encontrar cochonilhas em suas plantas, seja em vasos ou nos canteiros.

Como saber que tem cochonilha na sua horta?

Você saberá que sua planta está infetada por cochonilhas quando encontrar, nos caules, brotos, ramos ou folhas, no veio, uns amontoadinhos esbranquiçados parecendo bolinhas de algodão. Esse inseto, quando se sente atacado, secreta um pigmento de cor carmim (ácido carmínico), muito usado na indústria alimentar e bastante questionado por causar alergias e ser produto animal, portanto, não do agrado de veganos e vegetarianos. Mas, é isso aí, tudo que é cor vermelha dos alimentos industrializados pode conter, sim, esse subproduto orgânico da cochonilha.
A ocorrência de cochonilha nas plantas faz com que essas apresentem as folhas lustrosas, enceradas, resultado de um óleo que o inseto expele, e que as torna especialmente suscetíveis do ataque de fungos diversos. Observe então, suas plantas, com lupa, se preciso for e, se tiver cochonilha, atue rápido antes que a infestação dê cabo do vaso, ou mesmo, do jardim todo.

Alguns dos remédios naturais para eliminar a cochonilha

Os tratamentos antigos, e eficazes, contra a cochonilha são à base de sabão, óleo mineral e fumo de tabaco macerado. Estes são os jeitos mais efetivos pois, ao serem pulverizados nas plantas doentes, entopem os poros dos insetos causando-lhes a morte. Porém, é indispensável que você retire as partes infetadas das plantas caso já esteja ocorrendo ataques de fungos ou vírus.

1) Sabão em barra

Rale um sabão em barra em 2 ou mais litros de água, misture bem até formar uma pasta fluída e cremosa. Essa água de sabão você deverá pulverizar, à noite, na planta atacada, fartamente. O sabão diluído não fará mal à planta mas exterminará as cochonilhas.

2) Calda de fumo

Um pedaço de fumo de rolo, ralado e macerado em um litro de água é um remédio muito antigo e que apresenta bons resultados. O fumo é antifúngico e bactericida. Mas, para que a água de fumo permaneça sobre os insetos, junte um pouco da calda de sabão que ensinei no item anterior ou rale um pedaço de sabão dentro do macerado de fumo. Outro jeito é juntar ao macerado de fumo um tanto de óleo mineral. O óleo mineral, assim como o sabão diluído têm por objetivo criar uma película sobre o corpo do inseto, levando-o à morte. O fumo tem como efeito sanar a planta de qualquer “infecção secundária” e ajudar na cicatrização das feridas causadas pelos insetos sugadores.

3) Cerco de alho

Plantar alho em volta dos canteiros, nos vasos, em todo lado, é um excelente método para controlar biologicamente as pragas de jardim já que, este é repelente contra insetos. Pegue uma cabeça de alho e plante, dente a dente, em volta das plantas mais suscetíveis. Você também pode fazer uma decoção de alho (ferva 1 litro de água com 3 dentes grandes de alho até dissolvê-los, bata essa mistura, junte mais 1 litro de água e, quando estiver fria, pulverize na planta doente lavando-lhe as folhas e ramos). O alho é bactericida, antibiótico e inseticida.

4) Própolis

Você também poderá tentar o seguinte: 1 a 2 colheres de chá de própolis diluídas em 1 litro de água, agite bem e ponha tudo em um pulverizador manual. Pulverize as plantas infestadas de cochonilha.

5) Óleo de Neem

Uma solução com óleo de neem também é muito adequada para o combate à cochonilha.

6) Poda de plantas infestadas

Pode as partes danificadas pela cochonilha e remova tudo do seu jardim - não deixe para trás nem folha, nem frutos, nem ramos. O ideal será queimar esses resíduos mas, se não for possível, picote ao máximo e junte uma porção de cal. Ponha num saco plástico e mande para o lixo, sem medo de aumentar a infestação, em sua casa ou em outro lugar.

7) O álcool desnaturado

Álcool desnaturado é álcool de limpeza e não serve para beber pois está composto por outros ingredientes desinfetantes. Enfim, você pode lavar as partes afetadas de sua planta com um algodão embebido em álcool de limpeza. Está técnica é mais agressiva para a planta mas, é bem melhor para você do que lançar mão de algum inseticida químico.