quinta-feira, 6 de julho de 2017

Rede de supermercados dá o exemplo e investe na compostagem de lixo orgânico!


Rede de supermercados dá o exemplo e investe na compostagem de lixo orgânico
O comportamento das empresas está mudando e nós consumidores estamos muito mais atentos e informados sobre a reputação das companhias. E o mais importante: conseguimos checar se o que ela diz que faz é realmente verídico.
Um desses exemplos positivos é o da rede de supermercados Zona Sul, do Rio, que decidiu transformar o lixo orgânico gerado em suas lojas em adubo, pois as redes de supermercado são as maiores responsáveis por gerar esse tipo de lixo.
Entende-se por lixo orgânico materiais de origem biológica, como restos de alimentos e bebidas, plantas e animais mortos, que em seu processo de decomposição produzem o chorume, que pode provocar a contaminação de solo e águas. Daí a importância de fazer a compostagem, que é o processo de transformação de matéria orgânica em adubo, com a ação de bactérias em alta temperatura. Com a separação das cinco toneladas de lixo orgânico geradas pelas 33 lojas por mês, três toneladas transformam-se em adubo.
Segundo Fortunato Leta, diretor-presidente da rede de supermercados, fazer todo esse processo ainda é caro, e que jogar o lixo no aterro sanitário é muito mais barato, mas que eles precisavam retribuir para a sociedade e diminuir a carga de resíduos gerada. Dá uma olhada nas imagens abaixo:
5345a0a3c61b14.34883717
lixo12_6131
surui - descarregando bombona DSC07499
surui - leiras DSC07480
06
slide-3
É muito bom saber que empresas estão começando a perceber que aliar seu lucro com um propósito é o caminho ideal para a sobrevivência das marcas, e que essas iniciativas serão os grandes pesos de decisão do consumidor em relação a consumir nas empresas em um futuro bem próximo.
Post por Razões para Acreditar.
Fotos: Divulgação e do site Vila Verde